Pare por alguns instantes o que estiver fazendo e assista esse vídeo. Se permita viajar através de montanhas, cidades e vilarejos de um dos lugares mais lindos da terra e ouça com atenção a mensagem que “a voz do futuro” diz.

Esse é um daqueles artigos que vale a pena reler e refletir no que estamos realizando dia após dia.

Você está satisfeito com a sua história?

Em Novembro, já recuperado das notícias sobre o falecimento de Steve Jobs, fiz uma pergunta a todos vocês: “Que história você está contando?”.

Desde então, tenho me lembrado de uma simples e profunda citação da irmã de Jobs, Mona Simpson: “A morte não aconteceu para Steve, ele a alcançou.”

Meu ponto? A morte irá acontecer para cada um de nós. É inevitável. É uma das poucas coisas na vida que é totalmente garantida. Mas antes de chegarmos a esse ponto, temos a der ser livres. Livres para criar. Livres para aprender. Livres para crescer. Livres para deixar um legado. O maior presente que recebemos da vida é uma tela em branco para que possamos escrever nossa obra prima.

Saber disso, se apegar a isso, me faz lembrar da profunda declaração de Mona. A morte não acontece para nós. Nós a alcançamos (conquistamos).

Por acaso me deparei com o vídeo acima (com o título “a story for tomorrow” - uma história para o amanhã) na semana passada e fiquei pensando nele desde então. O vídeo de 5 minutos mostra um casal explorando o Chile e a Patagônia em uma viagem de cinco semanas. Mas a mensagem realmente importante não é sobre eles, é sobre nós. É sobre todos nós. É sobre a nossa jornada. Nossa aventura.

Conforme o vídeo avança, o narrador, a voz do futuro, diz o seguinte:

Assim como todos que vieram antes de você, seus caminhos chegaram a um final. E eles encontraram apenas a mim. Seu futuro. Esperando. Fiz a eles as mesmas duas perguntas que um dia farei a você: ‘É possível ser feliz com essa vida?’ E então, perguntarei como faço a todos os outros: ‘Você está satisfeito com a sua história?’ A vida é algo engraçado. Nós facilmente caímos na armadilha de que tudo está predeterminado. Perdemos nosso senso de controle. Esquecemos que todos temos uma escolha. Desconsideramos algo incrível sobre aquele quadro em branco que está diante de cada um de nós quando nascemos, que é:

A caneta que pegamos para criar nossa história? É uma caneta. Não um lápis. Você não pode apagar o que você escreveu, mas você sempre pode escrever algo novo. Algo diferente. Alguma coisa incrível. Qualquer coisa que você quiser. Começando agora.

O futuro de hoje, o futuro de amanhã e todos os dias após esses quer saber: ’você está satisfeito com a sua história?’.

Como você irá responder?

Original: Did you enjoy your story?